Concurso Banco Central 2018: Inicial de até R$6.882,57 para nível médio!

Concurso Banco Central deve mesmo sair em 2018! Veja todos os detalhes!

A expectativa da abertura do Concurso Banco Central 2018 é bem alta, especialmente pelos concurseiros de plantão. Atualmente, o pedido da abertura do concurso está sendo avaliada pela Coordenação-Geral de Cargos e Carreiras/DESEN.

Com isso, muitas pessoas já deram início aos seus estudos, além do fato de que a autarquia está enfrentando um déficit de servidores.

O último concurso do Banco Central teve sua validez finalizada no final de 2015. Naquela época, o Ministério do Planejamento liberou a nomeação de candidatos aprovados no cadastro reserva, no entanto, ainda consta um saldo negativo de aproximadamente 2 mil servidores.

concurso banco central 2018

Se você tem interesse em participar do tão esperado Concurso Banco Central 2018, continue fazendo a leitura deste artigo, onde nós trazemos um dossiê completo sobre o certame. Nós listamos informações relacionadas ao número de vagas previstas, renumeração, atividades das funções, banca organizadora do concurso, conteúdo da prova e material de estudo.

Veja também:

Concurso Banco Central 2018: Vagas

A expectativa para o número de vagas do concurso Banco Central é de algo em torno de 990 oportunidades, sendo distribuídas da seguinte maneira:

– 150 vagas destinadas a cargos de nível técnico;

– 800 vagas voltadas ao cargo de analista;

– 40 vagas direcionadas ao cargo de procurador.

Concurso Banco Central 2018 Previsão

Ainda não há uma data certa, mas de acordo com o andamento, tudo indica que a data da prova do concurso Banco Central 2018 ocorra ainda no primeiro semestre do ano. Agora, é ficar de olho nas novidades e garantir a sua inscrição! Na medida em que novas informações surgirem, nós atualizaremos vocês.

Remuneração

Devido o reajuste salarial, os servidores dos cargos técnicos terão a renumeração de R$6.882,57, enquanto os servidores dos cargos de analistas receberão R$17.391,64. Já os procuradores deverão ter um salário correspondente ao valor de R$19.655,67.

Requisitos

Cada nível das vagas oferecidas terão alguns requisitos. Para o cargo Técnico, basta ter o ensino Médio concluído. O certame contará com apenas uma única etapa, podendo ter uma prova de competência física e avaliação psicológica. No entanto, isso valerá de acordo com o cargo pretendido.

Para concorrer às vagas de analista, é necessário ter formação em Nível Superior, em qualquer área. Serão duas etapas de cunho eliminatório, incluindo exame de conhecimentos específicos e um curso de formação.

Já o requisito para o cargo de Procurador é a formação em Nível Superior na área de Direito, onde será observada a legislação específica, além do mondo estabelecido em ato do Advogado-Geral da União.

Análises Recomendadas:

Banca organizadora

concurso bacen 2018 edital

Na última edição do certame do Banco Central, a banca organizadora foi o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/UnB). A possibilidade de o órgão ser novamente o responsável pela organização do concurso é alta.

O que cai na prova?

Disciplinas do concurso Banco Central 2018

Possivelmente as disciplinas que cairão no concurso Banco Central 2018 serão basicamente as mesmas do último certame realizado. Desta forma, os concurseiros podem esperar por:

Português, Inglês, Informática, Direito Constitucional, Economia, Noções de Direito Constitucional, Gestão Pública, Raciocínio Lógico-Quantitativo e Conhecimentos Específicos.

Disciplinas do concurso Banco Central

Na última edição do concurso Banco Central, os temas abordados fora: Português, Inglês, Sistema Financeiro Nacional, Informática, Informática para Usuário, Sistema Financeiro Nacional, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Raciocínio Lógico e Conhecimentos Específicos.

Atribuições do cargo

As atribuições correspondentes a cada cargo no concurso Banco Central 2018 são:

Técnico: Desenvolver atividades técnicas e administrativas complementares às responsabilidades dos Analistas e Procuradores do Banco Central.

Apoio técnico-administrativo aos analistas e procuradores, referente ao desenvolvimento de suas respectivas atividades.

Realizar atividades de suporte ao cumprimento das jurisdições do órgão, que por envolverem segredo e segurança do Sistema Financeiro, não devem ser terceirizadas, em especiais às atividades referentes aos segmentos de tecnologia e segurança de dados voltados ao desenvolvimento, análise e internalização de novas tecnologias etc.

Analista: Formular, executar, acompanhar e controlar planos, projetos e programas relacionados à gestão de reservas internacionais; políticas cambial, monetária e creditícia; envio de moeda e papel-moeda, gestão de entidades financeiras sob regimes especiais e desenvolvimento organizacional.

Gestão do sistema de metas para a inflação e do sistema de liquidações e dos serviços do meio circulante. Por fim, monitoramento passivo externo e conjetura das intervenções necessárias.

Procurador: Prestação de assessoria e consultoria jurídica ao Banco Central, apuramento de liquidez e confirmação de créditos, assistência aos administradores do órgão no controle interno da legitimidade de seus atos e representação judicial e extrajudicial ao Banco Central.

Qual melhor curso para o concurso Banco Central 2018?

Não sabe qual o melhor curso para estudar para o concurso Banco Central 2018? Os cursos do Estratégia oferecem um excelente conteúdo para o certame do Banco Central. Clique AQUI para conhecer!

Se você quer garantir a sua vaga neste disputado concurso, acesse agora mesmo análise completa que fizemos sobre o Estratégia Concursos e comece o quanto antes a sua preparação! Clique no LINK abaixo:

Estratégia Concursos é bom? Veja aqui!

Concurso Banco Central 2018: Inicial de até R$6.882,57 para nível médio!
5 (100%) 2 votes

Add Comment

error: Content is protected !!